Saúde é um tema sério, prefira ESPECIALISTAS

Escrever sobre qualquer assunto – é possível?

escrever sobre qualquer assunto

A resposta é sim… É possível escrever sobre qualquer assunto e todos os temas podem ser abordados com técnicas específicas e dedicação. Mas antes de conhecer importantes dicas sobre como pode produzir conteúdos em torno de qualquer tema que queira, é preciso antes compreender sobre o que é conteúdo web.

 

O que é conteúdo web?

De acordo com a produtora de conteúdo, Rock Content, o conteúdo web é aquele criado com foco no funil de vendas e é planejado em torno dele. Aquele que produz conteúdo na internet deve escrever com foco nos objetivos da persona (do perfil de cliente dentro do público-alvo), de maneira que esse conteúdo possa alcançá-lo.

Funil de vendas também pode ser tratado como pipeline e explicado de maneira resumida, se refere a um modelo estratégico que aborda a jornada do lead (potencial cliente) desde o primeiro contato com uma empresa, até mesmo depois de se tornar cliente como aquele que se relaciona com a marca.

Leia também: Conteúdo para a área da saúde – como produzir?

 

Escrever sobre qualquer assunto – Confira 7 dicas importantes

Para algumas pessoas, escrever um texto pode parecer um pesadelo, principalmente quando não se conhece o tema a ser abordado. Atualmente, há empresas especializadas em produção de conteúdo, com profissionais engajados em pesquisas, como é o caso da Biquara Contents, da Rock Content, entre outras.

Para te ajudar nessa tarefa, listamos 7 dicas que te ajudarão a escrever sobre qualquer assunto.

  1. Intensa pesquisa – Se você não sabe nada sobre o tema que irá abordar ou sabe superficialmente, precisará procurar dados e mergulhar no tema, para que compreenda e possa escrever com precisão e riqueza.
  2. Comece com um esboço – Após a pesquisa, faça um esboço indicando quais os assuntos serão abordados no texto e a ordem em que estarão.
  3. Use linguagem clara – Aproveite todos os dados importantes obtidos a partir da pesquisa que realizou, não é o excesso de palavras que fará a diferença, mas a construção de ideias a partir de palavras. O texto precisa ser claro para o leitor e o mais didático possível.
  4. Saiba conquistar – O desafio é por meio da linguagem fazer com que o leitor conheça sobre o tema e se sinta ‘bem informado’. Uma maneira de deixar o texto mais atrativo é se utilizar de exemplos práticos ou de metáforas que possam ligar o leitor ao assunto.
  5. Sem pressa – Se o assunto for desconhecido, o tempo que precisará para escrever é maior. Não existe pesquisa rápida e simplesmente ‘sair escrevendo’, saiba que levará algum tempo. Quanto tempo? Apenas você saberá ao mergulhar nessa tarefa.
  6. Não seja prolixo – Se você tem uma tendência a complicar assuntos simples, se policie e procure mudar isso. Leitores não se atraem por textos muito complexos, a internet requer dinamismo.
  7. Se aprimore – Uma das principais dicas para escrever sobre qualquer assunto em língua tão complexa e repleta de regras como o português, é se cercando de boas referências. Leia mais, ter contato com livros te aproxima de um repertório rico de palavras e linguagens. Se o seu problema é a falta de tempo, estipule uma atividade: leia um livro por mês, se for um livro de 300 páginas, por exemplo, lendo 10 páginas ao dia você cumpre a atividade.

Confira: Informar com qualidade – Por que é tão importante?

 

Conteúdo para a área da saúde – como produzir?

Você acaba de integrar a equipe de uma agência e um dos clientes que vai atender é uma clínica de Urologia, você nunca escreveu sobre saúde antes e tem muitas dúvidas de como produzir conteúdo para a área da saúde? Esse post é para você.

Primeiro é preciso entender como é importante hoje para profissionais de saúde ter excelentes conteúdos no meio digital. Muitas coisas têm mudado, há alguns anos, por exemplo, profissionais, clínicas e hospitais preferiam alguns meios à internet como: mídias tradicionais (TV, rádio, jornal impresso, etc.), a realização de eventos e congressos, a veiculação de outdoors, etc.). Mas a era digital impõe mudanças.

No portal Resultados Digitais (aqui), essa importância de acompanhar as transformações impostas pela era digital e de argumentar sobre a necessidade de investir nesse segmento, é exemplificada por meio do futebol nos Estados Unidos. Diferente do Brasil, o país reverencia outros esportes atrelados a sua cultura como o beisebol, basquete, futebol americano, entre outros, portanto, o futebol é um esporte que nos Estados Unidos precisa de mais disseminação, de ações de incentivo para ser mais praticado.

Há duas reflexões sobre o conteúdo digital a partir desse exemplo: a primeira é que os resultados que oferece em termos de visibilidade e conversão em clientes e vendas é sem dúvidas superior a qualquer outro meio de comunicação; a segunda é que o conteúdo específico, neste caso, sobre saúde, deve ter um caráter educativo, se for tomado como exemplo o futebol nos Estados Unidos: “O que os americanos ainda não sabem sobre o futebol?” Entendeu?

Leia também: Como escrever um texto informativo para empresas? Veja exemplos

 

7 orientações de como escrever conteúdo para a área da saúde

Se você precisa escrever conteúdo para a área da saúde, preste atenção nessas dicas de escrita voltadas para esse tema. Confira a seguir.

  1. Linha editorial – O que o profissional, o que a clínica ou hospital desejam que seja veiculado na internet? Primeiro comunique-se com o cliente e entenda sobre o que ele deseja falar e como deseja falar.
  2. Ghost Writer – Essa é uma tendência comum nos Estados Unidos, grandes escritores, como o é caso do Stephen King, adotam essa prática. Trata-se de um profissional que escreverá sobre um tema em nome de alguém. Muitos profissionais de saúde adotam esse modelo ghost writer, mas para seguir essa linha é fundamental manter estreita comunicação com o cliente que será atendido.
  3. Conteúdos educativos – A maioria dos assuntos sobre saúde reúne uma série de complexidades, o desafio para o profissional que precisa escrever conteúdo para a área da saúde é conseguir repassar as informações de maneira que as pessoas consigam compreender.
  4. Muita pesquisa – Todos os temas demandam vasta pesquisa e muito mais os temas sobre saúde. Esteja muito alinhado com o assunto a ser tratado, tire dúvidas com o especialista antes de escrever, procure por artigos científicos sobre o tema. Uma dica é usar o Google Acadêmico (confira).
  5. Foque na qualidade – Um conteúdo sobre saúde demanda maior cuidado ao ser produzido, por isso, argumente em caso de prazos muito curtos para a entrega de conteúdo, não se escreve sobre assuntos complexos de uma hora para a outra.
  6. Cuidado com a menção de medicamentos ou substâncias – Mesmo se for um pedido do especialista, clínica ou hospital, procure se assegurar se as informações sobre substâncias e medicamentos estão mesmo corretas. Muitas pessoas recorrem a conteúdos sobre saúde como uma espécie de ‘consulta’, e por isso, mencionar medicamentos não é muito indicado.
  7. Humanize o conteúdo – Há assuntos difíceis de ser tratados em saúde, por isso é importante humanizar o conteúdo, colocar ainda que de uma maneira sutil, um toque de sensibilidade, afinal, saúde trata de pessoas.

Atualmente, há muitas agências de conteúdo que atendem diversos temas, inclusive saúde, como é o caso da Biquara Contents, da Rock Content, entre outras. Escrever conteúdos de qualidade, com técnicas e relevantes na internet é o que o mundo digital pede. E para o profissional, ter a sua marca bem representada por meio de conteúdo na era digital é sinônimo de sucesso.

Como escrever um texto informativo para empresas? Veja exemplos

Na internet encontramos uma série de informações, basta digitar uma palavra ou frase, eis que o Google apresenta as sugestões para sua pesquisa. Com a onda de inbound marketing e a importância dessa estratégia na divulgação, a dúvida é:  como escrever um texto informativo para empresas?

Seria uma propaganda? É possível se aprofundar independente do tema?

Acontece que as primeiras informações selecionadas pelo Google, acabam sendo referência para outros textos, e com isso construímos um apanhado de produções rasas, repetitivas e com pouca relevância para o leitor. Afinal, é tudo a mesma coisa!

Leia: Marcando presença no mundo digital – Destaque-se! 

Aqui vamos reunir algumas dicas de como escrever um texto informativo para empresas, fugir dos conteúdos rasos e apostar numa pesquisa de qualidade e com profundidade, mesmo para aqueles temas mais difíceis que você recebeu no briefing.

Dica do bom e velho jornalismo – A Entrevista!

É praticamente impossível elaborar um conteúdo autêntico, seja ele sobre novidades em rodas para carros, ou dicas de terapia ocupacional, sem antes consultar uma fonte.

A visão do especialista e as dicas de alguém que entende do assunto serão úteis e de confiabilidade para o leitor que busca solução. Um especialista sabe dizer quais são as situações mais frequentes, aponta as soluções e oferece dados extras ao conteúdo, sendo um dos pontos principais ao escrever um texto informativo para empresas.

Perguntas bem elaboradas  geram respostas interessantes e que irão agregar no valor da informação, independente da quantidade de fontes que consultar. É recomendado no mínimo duas para comparar diferentes opiniões a respeito do tema. No caso da fonte ser o cliente, basta consultá-lo.

Pesquisa aprofundada – como fazer?

Depois do Google o processo de pesquisa facilitou muito, por outro lado, a precarização do conteúdo também. Preste atenção nos textos das primeiras páginas – independente do tema – perceba que muitas vezes os assuntos são repetidos e isso ocorre porque o redator simplesmente utiliza as primeiras informações que vê na página do Google.

O aprofundamento nos temas é essencial para qualquer tipo de informação, inclusive nos textos informativos para a empresa ou conteúdos mais objetivos. A pesquisa vai garantir assertividade no que está apresentando, além de reunir um leque de dados que serão úteis ao representar um produto ou serviço oferecidos pelo cliente, no caso do inboud marketing.

Leia: 6 dicas essenciais para conquistar novos clientes com conteúdo estratégico 

Confira abaixo dicas para aprofundar a sua pesquisa:

1º Antes de iniciar a produção de um texto reúna em subtítulos as principais informações a respeito do tema;

2º Após organizar as principais informações pesquise separadamente cada tópico;

3º Os tópicos também precisam destacar algumas informações importantes. Para organizar utilize intertítulos, numere ou destaque como preferir.

4º Para elaborar um conteúdo relevante e informativo é primordial que existam perguntas, e claro, esclarecimento das dúvidas.

Não deixe de acrescentar as principais dúvidas

Quem busca informação na web, geralmente faz perguntas, quer esclarecer dúvidas, portanto é essencial que esteja a par dessas informações e conheça a fundo as necessidades do público.

Geralmente, o que ele busca na internet? Quais são as principais queixas, e dúvidas?  Esses questionamentos devem fazer parte da pauta, pois irão fundamentar a escrita de um texto informativo para empresas  com teor relevante.

Ao longo do texto essas dúvidas precisam ser esclarecidas como forma de exemplos, sugestões e dicas que possam ser úteis para a finalidade. Tenha as respostas que o leitor procura no texto e ofereça a ele orientações que possam ajudar a resolver a questão.

SEO não exclui qualidade!

Textos otimizados não é sinônimo de informação com teor de propaganda e sem nenhuma relevância. É muito importante todo produtor de conteúdo ou agências que visam investir em textos informativos para empresas entender que a qualidade da informação continua sendo essencial para o sucesso dessa estratégia.

Confira: Informar com qualidade – Por que é tão importante? 

Incluir palavra-chave e escrever sobre determinado serviço vai exigir muita pesquisa, aprofundamento, entrevista e todos os processos essenciais para uma matéria ou texto relevante.

A única transformação nesse caso é a linguagem. Os conteúdos do inboud marketing geralmente falam direto com o leitor, possuem teor pessoal e atua na  divulgação de informações específicas sobre determinada empresa ou serviço.

Não se trata de textos com propaganda, mas conteúdos elaborados para atender as necessidades de quem busca esse tipo de informação.

Um bom conteúdo que aplica a estratégia de inbound marketing precisa estar alinhado a uma prestação de serviço ao leitor, portanto a qualidade e as premissas básicas da escrita permanecem como em qualquer outra produção textual.

Vale até falar sobre o concorrente! 

É claro que isso vai depender muito da flexibilidade de cada cliente ou site, mas em termos de SEO e estratégias de ranking falar sobre a concorrência e inclusive apresentar como uma das opções é muito bem-vindo em um texto informativo. Como exemplo quando vamos falar sobre as melhores empresas que produzem conteúdos. Pode citar a Biquara Contents, RD Digital, Rock Content, entre outras.

Mais uma vez a produção de conteúdo – mesmo em casos de inbound marketing – é uma prestação de serviço ao leitor.  Ganha credibilidade quem apresentar as soluções e fugir de pensamentos ultrapassados de que a concorrência deve ser ignorada. Em época digital e de conversão esse é um pensamento extremamente utópico.

A concorrência está a um fio de proximidade, ganha as empresas flexíveis que foca no diferencial competitivo na prestação de serviços.

Vantagens das redes sociais – 10 razões para ser ativo no mundo digital

São muitas as vantagens das redes sociais para um negócio, atualmente, com o constante avanço do mundo digital e com tantas novidades que surgem a cada momento, é importante estar na onda, se quiser fortalecer e consolidar a sua marca.

A primeira dúvida que surge em um primeiro momento é: qual rede social devo escolher? A resposta é uma pergunta importante: onde o seu público está? Se você for do ramo de negócios, por exemplo, o ideal,  além do Facebook e Instagram, é ter uma participação no LinkedIn e até no Youtube.

Já se a sua marca está ligada ao público jovem e se a linguagem que utiliza é mais informal, descontraída, redes como o Twitter, YouTube e até o Tumblr podem ser exploradas. Embora o Tumblr não seja tratado diretamente como rede social, é uma plataforma que gera grande interação entre blogueiros, permitindo o compartilhamento de textos curtos, imagens, gifs, músicas, entre outros, e tem recursos parecidos com o do Facebook, permite curtidas.

A rede social Instagram anunciou neste ano (confira) que tem 1 bilhão de novos usuários ao mês. Para concorrer com o YouTube, foi anunciado em evento em São Francisco, que o Instagram lançará o IGVT, aplicativo que permitirá que usuários assistam vídeos de até uma hora.

Dentre as muitas vantagens das redes sociais, nós separamos 10. Saiba porque é tão necessário interagir com o seu público usando o meio digital.

Confira: 6 dicas essenciais para conquistar novos clientes com conteúdo estratégico

 

Vantagens das redes sociais – 10 principais

1 – O seu público é participante online – A internet faz parte hoje da vida de bilhões de pessoas no mundo. Gera comodidade, encurta distâncias e muitas pessoas preferem resolver os seus problemas por meio da internet, como comprar, pagar, se informar, se divertir, etc. Se quiser alavancar a sua marca, participe do meio digital e esteja presente na interação com o seu público.

2 – Possibilidade de segmentar o público – Cada post em rede social pode ter um propósito diferenciado. Você pode escrever para parte do público que já é seu cliente, com a finalidade de estreitar as relações, de informar, de esclarecer, etc. Mas você também pode postar para o público que ainda não consome a sua marca. Com o recurso do Facebook Ads, por exemplo, você pode selecionar o público-alvo que deseja que visualize as suas postagens, com base em informações como: preferências, comportamento, idade, etc.

3 – Gera confiança – A interação e o ato de humanizar a relação entre você e o seu público geram em longo prazo, confiança. Em cada interação com o seu público  há oportunidades de gerar uma excelente experiência com a sua marca.

4 – Torna a marca conhecida – Faz parte das vantagens das redes sociais para o seu negócio o posicionamento e visibilidade da sua marca. O mundo digital pode fazer com que conquiste mais pessoas, o que não seria possível por mídias tradicionais. Tem acompanhado as notícias sobre grandes revistas que têm deixado de circular no Brasil? (veja matéria) Isso é reflexo da forte presença do mundo digital, da necessidade de que os meios de comunicação estejam online, porque as pessoas ou ‘usuários’ estão online.

5 – Custo-benefício – Se comparada a outras mídias, as redes sociais oferecem muitas vantagens quanto a custo mais baixo e retorno de resultados mais rápidos.

6 – Permite interação criativa – Participando das redes sociais e ao estar onde o seu público está, é possível conversar a língua dele, usar de criatividade preparando conteúdos de qualidade diferenciados e que possam alcançar mais pessoas. Usar um meme do momento ou convidar um influencer do mundo digital, que se encaixe à sua marca pode ser uma boa estratégia – esse foi o caso da Freeco que teve o seu produto apresentado pela Youtuber JoutJout (veja abaixo)

7 – Análise de concorrência – Ver como o concorrente engaja o público por meio das redes sociais, pode dar insights sobre o que pode ser feito para que melhore a sua maneira de interagir com o seu público.

8 – Melhor posicionamento nos motores de busca – Em termos de SEO, quanto mais menções a sua marca tiver, mais facilmente o seu negócio será encontrado no meio digital. É claro que é essencial que exista conteúdo otimizado de qualidade no blog da sua marca e que este conteúdo seja divulgado nas diferentes redes sociais para o seu público.

9 – Pode impactar – A cada post e interação com o seu público há chances de conquistá-lo a ponto de que prefira a sua marca. Há estratégias de comunicação que devem ser trabalhadas no engajamento por meio das redes sociais.

10 – Cria autoridade para o seu negócio – Dentre as muitas vantagens das redes sociais está a possibilidade de ver o sentimento geral dos que consomem a sua marca. Se você é ativo na interação com o seu público e tem se empenhado na comunicação no meio digital, saiba que a probabilidade de que o sentimento geral do seu público seja positivo é grande.

Aprenda a usar as redes sociais a favor do seu negócio. Seja ativo, participe, interaja, comunique de maneira estratégica, lembre-se de algo muito importante: o sucesso de uma marca está na consciência do poder da era digital.

Leia: Informar com qualidade – Por que é tão importante?

Pense no conteúdo como ferramenta para atrair clientes. Nós podemos te ajudar. Lembre disso.

Fornecedores de conteúdo – Saiba como escolher o melhor

Fornecedores de conteúdo – já ouviu falar? É uma maneira que tem se popularizado de tratar as empresas que produzem conteúdo, inclusive, muitas agências de marketing digital costumam terceirizar os serviços de produção de conteúdo a outras empresas, que são chamadas de fornecedores.

O portal Resultados Digitais (confira), quando se refere a marketing de conteúdo, dá como exemplo a empresa do segmento de máquinas agrícolas John Deere, que em 1895 publicou a primeira edição da revista The Furrow, focada no compartilhamento de conteúdo com o público interessado em agricultura. A empresa não ‘empurrava’ os produtos, apenas focava em informar.

O resultado dessa estratégia de marketing de conteúdo bem aplicada da John Deere, foi que, por meio dos conteúdos, as pessoas passavam a descobrir dores que até então desconheciam e ao necessitar de uma compra, lembrariam de uma marca de confiança. Conteúdos de qualidade com estratégias adequadas geram confiança.

O marketing de conteúdo gera leads (atrai potenciais clientes), por isso é tão importante que você escolha uma agência de conteúdo digital com um excelente histórico de produção de conteúdo e que atenda a alguns importantes requisitos.

 

Fornecedores de conteúdo – requisitos para a melhor escolha

Flexibilidade – Um bom fornecedor de conteúdo está preparado para as possíveis mudanças que poderão ser solicitadas pelo cliente. Nem todos os profissionais de conteúdo realmente se envolvem com o negócio/marca e têm essa flexibilidade.

Conhecimento do segmento – Não basta contratar os serviços de uma agência de conteúdo digital sem se certificar de que os profissionais produzirão conteúdo alinhado com as suas estratégias e com visão nos resultados que pretende alcançar.

Quem é a persona? – Bons fornecedores de conteúdo conhecem o público-alvo do negócio que será atendido, estarão por dentro da persona (perfis de pessoas em cada segmento do público do negócio) e conseguirão atender a essas personas com conteúdo rico, que atenda às suas necessidades.

Prazos – É essencial que entre empresa e agência ou entre agências haja transparência na comunicação, planejamento em relação aos prazos para a entrega dos materiais, de maneira que nenhuma das partes se prejudique. Quem contrata os serviços de fornecedores de conteúdo precisa também de flexibilidade e compreensão de que um material rico leva tempo e de que a agência contratada também conta com a demanda de outros clientes.

Qualidade – Conhecer o histórico do fornecedor e se atentar ao portfólio da agência de conteúdo digital é fundamental. O que faz a diferença em uma estratégia de content marketing é a excelente qualidade do conteúdo.

Veja também: 6 dicas essenciais para conquistar novos clientes com conteúdo estratégico

 

Produção de conteúdo não é ‘express’

Tenha o pé atrás com agências de conteúdo que prometem entrega quase imediata, escrever exige tempo, técnica, conhecimento, prática e pesquisa. Conteúdos não nascem do dia para a noite.

O ideal é procurar por fornecedores de conteúdo que possam ser chamados de parceiros, com os quais se pode contar em uma relação de confiança em que se respeitam os diferentes processos.

Como atrair clientes com conteúdo? É o seu questionamento? Além da qualidade unida à técnica, é preciso que o conteúdo esteja dentro da ideologia da sua empresa.  Se uma agência de conteúdo consegue te entregar essa solução, então se trata de um bom fornecedor de conteúdo e o próximo passo é fortalecer essa parceria!

Pense no conteúdo como ferramenta para atrair clientes. Nós podemos te ajudar. Lembre disso.

Marcando presença no mundo digital – destaque-se!

Atualmente, não há como destacar a sua marca se não for marcando presença no mundo digital. A internet tem dominado o planeta e cada vez mais pessoas utilizam esse meio no dia a dia.

Dados divulgados em 2016 (confira), da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad C) publicada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mostraram que no Brasil, há 116 milhões de pessoas usuárias da internet. O celular é o dispositivo móvel mais usado, foi citado por 94% das pessoas com acesso à rede.

Já na pesquisa Digital in 2018 (aqui), divulgada pelo Hootsuite e We are Social, foi mostrado que mais da metade da população do mundo acessa a internet, representando mais de 4 bilhões de pessoas.

Marcando presença no mundo digital o seu negócio ganha visibilidade e as possibilidades de converter os acessos ao site da empresa em clientes, se tornam maiores.

Se alguém deseja saber mais sobre a sua marca, pesquisará na internet, inclusive, para saber a opinião de outros clientes. Se essa pessoa não te encontrar no meio digital, vai encontrar o concorrente, ou seja, uma oportunidade valiosa é jogada fora.

Confira: 6 dicas essenciais para conquistar novos clientes com conteúdo estratégico

 

Marcando presença no mundo digital – os benefícios para o seu negócio

Faz parte da definição de presença digital fazer bom uso das ferramentas no mundo virtual, tornando-se relevante e conquistando a confiança do seu público.

Quer fazer a diferença na internet marcando presença no mundo digital? Confira 5 dicas importantes:

  1. Invista em Conteúdo – Para que o seu público seja conquistado, é importante investir em conteúdos de qualidade, postados periodicamente em um blog dentro do teu site. Conteúdos bem elaborados, otimizados com técnicas de SEO, são fundamentais para o bom posicionamento da tua marca na internet.
  2. Engajamento com o público – Não basta estar em todas as redes sociais, é preciso estar onde o seu público está. Quais são os meios de comunicação em que seu público interage? O bom relacionamento com os clientes faz toda a diferença. Mas vale lembrar que o Instagram e Facebook são as redes mais importantes, mas públicos mais jovens, por exemplo, costumam interagir mais em meios como o Twitter e YouTube.
  3. Plataforma de fácil acesso – É importante que os clientes tenham com o seu site uma boa experiência, que pode levar um usuário ‘potencial cliente’ (lead) a um cliente de fato. Já experimentou entrar em um site confuso em que não conseguiu localizar as informações que queria? O que fez? Provavelmente saiu em poucos segundos.
  4. Linha de comunicação – Para fazer a diferença marcando presença no mundo digital é preciso adotar uma comunicação clara e que seja comum a todos os canais digitais que tiver escolhido para a sua marca.
  5. Se atualize frequentemente – O mundo digital exige constante atualização. É preciso estar por dentro do que está rolando de novidades na internet, de qual é a ‘nova onda’ entre as redes sociais e saber usar as novidades a favor do seu negócio.

Faz parte da definição de presença digital causar uma ótima impressão no cliente, desde o início da interação com a sua marca. E lembre-se: o desafio depois de conquistar o seu público é mantê-lo engajado.

Veja também: Gerar conteúdo para a internet – confira dicas importantes

Pense no conteúdo como ferramenta para atrair clientes. Nós podemos te ajudar. Lembre disso.

6 dicas essenciais para conquistar novos clientes com conteúdo estratégico

Não é nenhuma novidade que o marketing digital tem sido uma das principais ferramentas que exemplificam como conquistar novos clientes com conteúdo através da informação de qualidade.

Quando precisa de um serviço ou mesmo tem uma dúvida, por exemplo, sobre estoque para sua empresa, além de consultar um amigo ou alguém próximo, a internet tem sido a principal ferramenta para sanar dúvidas e apontar possíveis direcionamentos.

Por essa razão é imprescindível que os conteúdos da sua empresa estejam totalmente alinhados com as principais dúvidas, preocupações e anseios para fidelizar e atrair novos clientes.

Confira dicas para atrair novos clientes com as redes sociais e blog e use a comunicação a favor dos seus negócios.

O Inbound Marketing é uma ferramenta que vai muito além de conquistar novos clientes com conteúdo, mas fortalecer laços e ser um apoio nos momentos necessários. Será que o seu conteúdo está falando com o seu cliente?

Conteúdo alinhado com os interesses do cliente

É muito importante antes de iniciar qualquer trabalho em marketing digital avaliar se o conteúdo produzido ‘fala’ com o público alvo, essa é uma das principais estratégias do Inbound Marketing.

Como um texto ou imagens nas redes sociais podem dialogar com o cliente:

  1. Informe sobre novidades no setor de interesse do público alvo;
  2. Esclareça sobre as principais dúvidas do consumidor/público em relação ao seu serviço/produto;
  3. Quais são as principais ‘dores’ do cliente em relação ao serviço prestado e como a sua empresa pode solucionar;
  4. Agregue valor ao serviço que a sua empresa oferece e acima de tudo, como pode ajudar o cliente;

Mantenha uma atualização diária de dicas profissionais que possam auxiliar o cliente e torná-lo seguidor da sua página.

2 Qual a importância de um bom planejamento de conteúdo?

Após avaliar a persona e todas as reais necessidades do público alvo é hora de criar um planejamento estratégico de conteúdos. A organização é também um ponto crucial para quaisquer resultados em SEO e Inboud Marketing.

Manter as atualizações organizadas por datas e periodicidade é de suma importância para bom posicionamento nos mecanismos de busca. Fique atento a essa etapa e exija organização da redação para conquistar novos clientes com conteúdo.

Leia também: Informar com qualidade – por que é tão importante?

Os temas definidos no planejamento devem estar alinhados as necessidades do cliente, serviços da empresa e novidades no setor de interesse. A linguagem, abordagem dos temas, títulos, devem seguir a identidade do público.

São jovens de 18 a 25 anos? Esse público anda de skate? Obviamente nesse caso toda a linguagem será reconfigurada para dialetos do dia a dia da ‘galera’ que curte o esporte.

3 Linguagem direta, clara e assertiva!

A linguagem faz toda diferença na etapa de conquistar novos clientes com conteúdo. Seja conteúdos visuais ou artigos escritos, o teor dos textos, temas trabalhados e a entonação adquirida precisa ser familiarizada com a identidade da empresa, como também com a persona a ser alcançada.

4 O que é persona?

Persona é a definição do cliente e suas principais características na hora de adquirir o produto ou serviço oferecido pela empresa. Essa etapa vai exigir uma boa e minuciosa pesquisa por parte da equipe de marketing e publicidade. Perguntas certas irão gerar respostas e informações cruciais para definição do perfil.

Na estratégia de conquistar novos clientes com conteúdo, anterior a essa etapa, o processo de identificação da persona é essencial. São essas as informações que irão direcionar os redatores a produzirem conteúdos e adquirir o tom correto dos textos para um Inboud Marketing de sucesso.

5 SEO é obrigatório!

A sua equipe de redação pode ser fera, pesquisar muito sobre os temas e ter uma ortografia e semântica impecável, porém na era digital, essas características não são o bastante para conquistar novos clientes com o conteúdo.

Portanto, os textos e tudo o que for divulgado, seja nas redes sociais ou no blog, devem ser estrategicamente planejados.

Confira: Sinais de um bom conteúdo – veja quais são os principais.

6 Qualidade é essencial!

Pensar que os conteúdos otimizados abrem mão da qualidade é mito! A etapa de pesquisa e o aprofundamento dos temas, tal como a abordagem agradável são características essenciais para um bom conteúdo.

Ser original é outra característica valorizada em qualquer artigo informativo. Procure explorar temas por outro ponto de vista, seja crítico, analítico e agregue conhecimento ao leitor.

Informar com qualidade – Por que é tão importante?

Informar com qualidade é uma exigência do mundo digital. Se quiser se destacar no oceano que é a internet, é preciso oferecer aquilo que ainda falta a muitos no meio digital, que é o excelente conteúdo, a informação valiosa.

O artigo Percepção da Qualidade da Informação, publicado pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), aponta que a qualificação da informação para o usuário se dá de maneira intuitiva ou do que ele compreende como de qualidade, defendido por um senso comum – que também se deixou influenciar por uma percepção de qualidade sem parâmetros teóricos.

Este estudo mostra algo interessante sobre a informação de qualidade, – é algo percebido levando-se em conta os parâmetros pessoais de cada usuário –, e o que se tem visto é que o público, independentemente do segmento da informação que consome, está cada vez mais bem informado, dotado dos tais ‘parâmetros intuitivos’, que fazem com que classifique uma informação como de qualidade ou não.

Informar com qualidade pode ser compreendido, principalmente, por busca constante de conhecimento, afinal, só é possível informar bem e com qualidade conhecendo sobre aquilo que está comunicando.

Confira: Sinais de um bom conteúdo – Saiba quais são os principais

 

Informar com qualidade – alguns atributos

Já em pesquisa publicada pela revista científica Perspectivas em Ciência da Informação, foram mencionados alguns atributos que tornam uma informação de qualidade. Quais são?

Definição de qualidade da informação:

  • Validade – Está relacionada ao valor da informação. Garante o registro fiel ao fato que está sendo comunicado.
  • Confiabilidade – Nada mais é do que um atributo referente à credibilidade daquela informação, que leva ao respeito, ao reconhecimento da boa reputação da fonte.
  • Precisão – É necessário que a informação tenha exatidão.
  • Novidade – Ainda que se utilizem informações de fontes que dão credibilidade ao conteúdo, trazer algo novo é também um atributo presente em informar com qualidade.
  • Relevância – Precisa atender a uma demanda por aquele conteúdo, ser importante para o público que terá acesso à informação.
  • Verificável – Esse atributo tem a ver com a credibilidade. O usuário pode checar as informações e verá que estão corretas.

Veja também: Gerar conteúdo para a internet – confira dicas importantes

 

Originalidade como atributo importante da informação de valor

Informar com qualidade, além dos atributos mencionados, precisa ter originalidade, que em muitos casos está relacionada com reflexões mais profundas sobre o que existe de fontes confiáveis. Essa reprodução de teorias, de técnicas, de citações, precisa ser equilibrada, para que o conteúdo não se torne ‘pesado’. De nada vale a informação de qualidade com uma linguagem que gera cansaço no leitor.

A gente tem que informar com qualidade respeitando a linguagem do público para o qual o conteúdo será direcionado. O ato da comunicação, de oferecer informação, é também um exercício de empatia. Por quê? O profissional de conteúdo não escreve para ele, escreve para um público, e para isso, precisa estar no lugar de quem terá acesso àquela informação.

Justamente por se tratar de uma percepção muito mais intuitiva do que baseada em teorias, é que a informação de qualidade deve ser pensada como uma construção de significados com base em um objetivo: o público-alvo.

Para quem você quer comunicar? Domine as teorias, mas principalmente, saia do óbvio. Se a percepção é intuitiva, talvez a definição de informação de qualidade para uma pessoa, seja o quanto aquele conteúdo ultrapassou o que ela já viu de comum.

Informar com qualidade é uma obrigação do profissional de conteúdo, mas essa definição de qualidade da informação está além de teorias e de atributos. A maioria das pessoas não se contenta apenas com a informação de qualidade, as pessoas buscam conteúdos que dialoguem com elas, que respondam perguntas que elas sequer conseguiram formular. Como isso se faz? Talvez com a mesma característica que faz alguém afirmar que um conteúdo é de qualidade: intuição.

Pense no conteúdo como ferramenta para atrair clientes. Nós podemos te ajudar. Lembre disso.

Sinais de um bom conteúdo – Saiba quais são os principais

Sinais de um bom conteúdo podem mais do que ser vistos, mas ser percebidos por quem lê, ainda que a pessoa sequer perceba o que torna aquele conteúdo atraente para si. É complexo pensar nisso? Conteúdos são complexos, mas é maravilhoso quando podem conversar com o público.

 

Sinais de um bom conteúdo existem? Sim. Quais são?

Em 2015 foi publicado um artigo na versão eletrônica da revista Forbes sobre  ‘As 6 características de um ótimo conteúdo’, a autora Cheryl Conner relatava sobre a experiência de participar de uma palestra ministrada por Jack Hadley, sócio da empresa de mídia social MySocialPractice, sobre as principais característica de um bom conteúdo.

Hadley naquela apresentação, cujo público era de ortodontistas, falava especialmente sobre como aquele público poderia se comunicar melhor e atingir mais clientes. Para entender, nos Estados Unidos, o número de ortodontistas em 2014 era de 9 mil e esses profissionais assumem uma posição de empreendedores, com salários superiores ao de profissionais que trabalham com CEO nos EUA.

Na palestra, Hadley falava sobre a necessidade que o meio digital impõe de que os profissionais se comuniquem de maneira eficaz. ‘É preciso se comunicar de maneira excepcional’, acredita.

Baseado nessa apresentação de Hadley e em nossa experiência, listamos alguns sinais de um bom conteúdo.

Leia também: Gerar conteúdo para a internet – confira dicas importantes

10 sinais de um bom conteúdo

1. Gera envolvimento – Se você sabe quem é o seu público e consegue escrever algo que atraia, que gere envolvimento, então, esse é um dos sinais de um bom conteúdo. Há momentos em que o seu público quer respostas, em outros, procura por reflexões.

2. Oferece valor – O conteúdo precisa ser valioso, precisa oferecer algo a quem lê. Vamos supor que você é um psicólogo com especialidade em tratar crianças que sofreram violência, os conteúdos precisam reunir sensibilidade e responder às questões de quem está buscando ajuda. O tema pode ser ‘Como lidar com uma criança traumatizada por violência e abuso?’, dentro dele, com sensibilidade e clareza, podem ser respondidas questões que estão na mente de quem está lendo. A pessoa procura por uma resposta, não sabe que direção tomar e dentro do conteúdo está escrito: ‘Você não sabe o que fazer diante dessa situação e quem procurar?’ – Entende? Isso é conversar com o público.

3. Influencia – Esse é um dos sinais de um bom conteúdo. Quando você se torna uma influência em oferecer conteúdos de qualidade para o seu público, isso também gera retorno financeiro. Esse é um estágio que se alcança em longo prazo. Com um bom trabalho de conteúdo unido a técnicas de SEO, o teu site, as tuas informações de qualidade poderão ser facilmente alcançadas nos motores de busca.

4. Paixão – Dá para saber quando a equipe que produz aquele conteúdo é apaixonada pelo que faz, pelo trabalho, pelos clientes, palavras podem demonstrar o entusiasmo. Não é só escrever, é dar identidade à informação, tornar o conteúdo excelente requer ‘riqueza mental’ por parte de quem se dedica à arte da comunicação.

5. Fortalece relacionamentos – Hadley em seu discurso falava sobre o conteúdo como convite ao diálogo. Os questionamentos recorrentes entre os seus clientes, por exemplo, podem se tornar temas de conteúdos. Essa constante conversa entre conteúdos e público é capaz de fortalecer esse relacionamento, tão importante para o sucesso de qualquer negócio.

6. Pesquisa e organização – É possível identificar quando em um conteúdo houve pesquisa, aprofundamento, quando o profissional se dedicou para oferecer uma informação valiosa. As informações em um bom conteúdo também demonstram organização, ou seja, houve por parte do profissional um prévio planejamento sobre o que iria escrever.

7. Coerência – Principalmente depois de tanto se falar em SEO e em otimização de conteúdos, podemos ver em muitos sites a proliferação de conteúdos com repetição excessiva de palavras-chave (sem contar excesso de links), que poluem o conteúdo e atrapalham a coerência do texto. Técnicas precisam estar alinhadas com uma prática incansável, afinal, escrever é uma arte que requer constante aprendizado.

8. Originalidade – Com certeza você já se deparou com muitos textos semelhantes na internet, como se faltasse identidade própria, originalidade. É possível oferecer um conteúdo que tenha técnica, mas sobretudo, que seja original, que traga algo novo, alguma informação que possa ser a diferença em um mundo virtual marcado por cópias.

9. Tem uma voz única – Você já leu alguma coisa na internet que ficou na sua mente, algum texto que de alguma forma marcou a sua vida? Esse também é um dos sinais de um bom conteúdo. A mensagem fica na cabeça, a pessoa jamais esquece aquilo que leu, aquela informação. Exemplo: ‘Uma vez eu li um texto que falava sobre como a cor roxa é poderosa para atrair saúde’… Mesmo que a pessoa não lembre o título, se jogar na internet, e aquele conteúdo for o mais relevante sobre o tema, será indicado na primeira página dos motores de busca.

10. Gera identificação – Ao ler determinado conteúdo, a pessoa se sente conversando com um amigo, recebendo algum conselho ou ouvindo uma história que gere alguma identificação. ‘Eu preciso de um conteúdo, mas não de qualquer conteúdo…’, então você está aqui, lendo e provavelmente este conteúdo está conversando com a sua busca.

Se para você estes 10 sinais parecem utópicos, saiba que não são… É uma realidade, é o que realmente diferencia um excelente conteúdo de um conteúdo apenas bom. Saber escrever está além do domínio da língua e regras ortográficas, a escrita é comunicação, é linguagem e reúne complexidades.

Pense no conteúdo como ferramenta para atrair clientes. Nós podemos te ajudar. Lembre disso.

Gerar conteúdo para a internet – confira dicas importantes

Gerar conteúdo para a internet – o que é preciso saber? Sabe quantos sites estão ativos na internet apenas no Brasil? Aproximadamente 10 milhões, isso é o que diz o levantamento realizado pela BigDataCorp. Quando a internet já tinha se consolidado, falava-se em marketing digital como tendência, mas hoje, é uma necessidade para quem quer o seu negócio destacado.

Na quarta edição da pesquisa Content Trends (2018), realizada pela agência Rock Content, que contou com 3 mil entrevistados, foi mostrado que 71% das empresas no Brasil já adotaram a prática do marketing de conteúdo.

O que gerar conteúdo para a internet pode fazer pelo seu negócio? Pode aumentar o tráfego (número de visitas ao teu site), viabilizando mais oportunidades de negócio. Mas não se trata de qualquer conteúdo, é preciso seguir algumas dicas técnicas para um trabalho com resultados.

Confira: Como atrair clientes com conteúdo – Entenda sobre o Marketing Content

 

Gerar conteúdo para a internet – quais dicas seguir?

  1. Planejamento estratégico

Os pontos a seguir são essenciais neste processo:

  • O que pretende alcançar com o conteúdo? Leads (potenciais clientes)?Aumento de tráfego no site? Converter leads em clientes? Responda essas perguntas levando em conta as suas prioridades;
  • Para quem este conteúdo será escrito? Qual é o seu público-alvo?
  • Faça uma definição de quais serão os assuntos abordados;
  • Quem vai produzir esses conteúdos?
  • Qual a periodicidade de postagem de conteúdo?
  • Em quais canais, esses conteúdos serão divulgados? (Redes sociais, newsletter?)
  1. Persona

Se você sabe quem é o seu público-alvo, precisa definir um perfil ou perfis de pessoas que representam o seu público, para os quais os conteúdos serão direcionados. Ao criar conteúdo para site, é preciso pensar para quem você quer que aquele conteúdo chegue.

  1. Sem apelo comercial

Foque na produção de conteúdo relevante ao seu público sem aquela forçação de barra do ‘compre agora’, do apelo meramente comercial. Crie conteúdos que interajam com o seu cliente, com clareza e objetividade. Lembre-se que os clientes hoje estão mais experientes e sabem o que querem ou não.

  1. Periodicidade

Ao gerar conteúdo para a internet, este é um dos itens do planejamento e precisa ser pensado. Quantas vezes por semana haverá postagem no site? Em quais dias da semana e horário? Mantenha esse cronograma em dia.

  1. Links internos

Faz parte da estratégia de marketing de conteúdo, acrescentar links para textos dentro do teu site. Essa prática pode gerar audiência para os demais posts. Mas vale lembrar que ao linkar é preciso ter coerência – os links internos devem ter relação com o post, e principalmente, sentido para o leitor.

  1. Diagramação

Conteúdos longos geralmente não prendem a atenção, por isso, pense na parte visual do conteúdo, de maneira que não fique cansativo. Imagens, vídeos, infográficos, etc., são muito bem-vindos.

  1. Diferentes formatos de conteúdo

Você começou produzindo conteúdo no formato de texto, mas pode testar novos formatos como vídeos, podcasts, ebooks, entre outros. E mais uma vez, a pergunta importante: o que o seu público quer?

  1. Divulgação

E claro, produzir conteúdo é importante tanto quanto distribui-lo. Divulgue. Em quais canais o seu público está? (Facebook, Instagram, Youtube, Twitter, etc.)

Por último, e não se trata de uma dica, mas de uma regra essencial para gerar conteúdo para a internet: excelência (além da qualidade). Conteúdos precisam ter uma marca única, ter a sua voz e saber conversar com o seu público.

Pense no conteúdo como ferramenta para atrair clientes. Nós podemos te ajudar. Lembre disso.